Arquivo anual 2021

porMarketing Unice

15 de Outubro: dia do professor

15 de Outubro, dia do professor. Um feliz dia para todos os Professores que se dedicam à arte do ensino com empenho e dedicação!

porMarketing Unice

Outubro Rosa

O Outubro Rosa é um movimento de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama. Além de conscientizar a população a respeito da doença e da necessidade de um diagnóstico precoce, a campanha busca proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, reduzindo, assim, os índices de mortalidade da doença.

porMarketing Unice

22 de Setembro: dia do Contador

Dia 22 de setembro é a data em que é comemorado o dia do profissional que estuda e avalia as atividades financeiras de uma empresa, ou seja, o chamado CONTADOR.

“Receber, analisar, interpretar e produzir resultados são atividades que diariamente os contadores realizam com os números. Sua profissão é importante para alcançarmos sempre os melhores resultados. ”

FELIZ DIA DO CONTADOR

porMarketing Unice

Setembro Amarelo

Setembro Amarelo é o mês (de 1 a 30 de setembro) dedicado à prevenção do suicídio. Trata-se de uma campanha, que teve início no Brasil em 2015, e que visa conscientizar as pessoas sobre o suicídio, bem como evitar o seu acontecimento.

porMarketing Unice

Campanha para Atividades Complementares

CAMPANHA DE INCENTIVO ÀS PRÁTICAS DE LABORATÓRIO E ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2021.2

A Campanha de Incentivo às Práticas de Laboratório e Atividades Complementares da UNICE está direcionada a todos alunos motivados para a ação voluntária, não importando qual o curso que está estudando.

Participe da Campanha e adquira horas em Atividades Complementares.

FAÇA A DIFERENÇA!

 

MATERIAL ESPECÍFICO HORAS EM ATIVIDADES COMPLEMENTARES
5 litros de água destilada 15h
5 litros de álcool de cereais 96% 30h
5 litros de glicerina líquida 35h
5 litros de álcool a 70% ou 96% 70% – 20h

96% – 30h

1 frasco de ASO com placa de fundo negro 35h
1 frasco de PCR com placa de fundo negro 40h
1 placa de  kline 35h
1 kit de coloração de grana  50h

 

Obs.: Maiores detalhes com a Professora de Laboratório

Akemy Viana Pinheiro (98730-7700)

CRF-CE 8071

porunice

VOLTA ÀS AULAS!

Estamos vencendo a pandemia, juntos recomeçando com garra e perseverança.

A Instituição está enfatizando o Ensino Híbrido, a partir da combinação do uso da tecnologia digital com as interações presenciais, na perspectiva de uma aprendizagem significativa.

VAI DAR CERTO!

porunice

DIA DAS MÃES

A UNICE homenageia, neste 09 de maio, todas as Mães, a todas sem excepção, um abraço e um beijo repletos de simpatia e de ternura. Parabéns, mesmo que ninguém mais vos felicite!  Obrigado, mesmo que ninguém mais vos agradeça!

Eternamente Mãe

MÃE…
que na presença constante me ensinou
na pureza do seu coração a vislumbrar
caminhos…

MÃE…
dos primeiros passos, das primeiras
palavras…

MÃE…
do amor sem dimensão, de cada momento,
dos atos de cada capítulo de minha vida
não ensaiados, mas vividos em cada
emoção…

MÃE…
da conversa no quintal, do acalanto do
meu sono aquecido de amor, aninhada
em seu coração…

MÃE …
do abraço, do beijo que levo na
lembrança…

MÃE…
é você que me inspira a caminhar…

MÃE…
a presença de cada passo que o
tempo não apaga: por mais longo
e escuro que seja o caminho, haverá
sempre um horizonte…

MÃE…
Mulher a quem devemos a vida,
que merece o nosso respeito,
nossa gratidão e nosso afeto.

(Autor Desconhecido)

porunice

01 DE MAIO DIA DO TRABALHO E DOS TRABALHADORES

A UNICE SAÚDA OS TRABALHADORES DE TODO O MUNDO

 

Dra. Terezinha Tartuce

 

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios.

A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos), quando milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Este momento foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Os trabalhadores de todo o mundo conquistaram uma série de direitos e, em alguns países, tais direitos ganharam códigos de trabalho e estão sancionados por Constituições

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que se tornou oficial, após a criação de um Decreto do então presidente Artur Bernardes.

Em 1940, o presidente Getúlio Vargas instituiu o salário-mínimo para suprir as necessidades básicas de uma família (moradia, alimentação, saúde, vestuário, educação e lazer). Todavia, o trabalhador brasileiro, com a máxima jornada de trabalho determinada pela CLT-Consolidação das Leis Trabalhistas, não recebe uma remuneração justa, sendo muito inferior ao que é necessário à sua sobrevivência. Desde então, pesquisas demonstram que o trabalhador brasileiro recebe por volta de 22% daquilo que lhe é, realmente,  necessário para uma modesta qualidade de vida.

A desigualdade social é gritante, a classe governamental e seus servidores, a “elite” brasileira, se volta para si própria fazendo vista grossa ao acesso à educação, à uma política fiscal injusta que sufoca empreendedores e empregados desmoronando por meio de uma corrupção jamais vista, como também, dificultando à população ao acesso nos serviços básicos da saúde, do transporte público e saneamento.

Nos dias de hoje a pandemia da Covid-19 assola o mundo, sendo um dos meios preventivos de segurança contra o vírus o uso de máscara para proteger as vias aéreas das pessoas, mas aqueles “servidores da nação” que exploram o povo com seus gordos salários, colocam vendas nos olhos do cidadãos para que, cada vez mais, se submetam  ao cabresto dos exploradores

A imposição de medidas restritiva nas cidades para combater a Covid-19.prejudicam a economia do país e, com atitudes de seguridade contra o coronavírus pode-se prevenir à doença, mas os  senhores excelentíssimos governadores que fecham o comércio, que destroem milhões de empregos, poderiam fazer auxílio emergencial estadual. Destacando-se, também, milhares de crianças que com o afastamento do convívio social nas escolas, segundo profissionais em saúde mental, estão sofrendo graves problemas psicológicos.

Lamentamos as mortes das pessoas, quer seja por Covid, pela Dengue, o Câncer, o suicídio, a violência e outras todas mais, porém neste Dia do Trabalhador devemos levantar a bandeira para que haja mais humanidade e menos discrepância entre o pobre e o rico.

“A nova cultura começa quando o trabalhador e o trabalho são tratados com respeito.”

Fonte: História do dia do trabalho.

Disponível em http://www.suapesquisa.com/datascomemorativas/dia_do_trabalho.htm acessado em 19/abr/2021.

porunice

21 de Abril – Tiradentes

LIBERDADE, LIBERDADE  !!!

Dra. Terezinha Tartuce

 “Luz!… sim; que a criança é uma ave,
Cujo porvir tendes vós;
No sol — é uma águia arrojada,
Na sombra — um mocho feroz.
Libertai tribunas, prelos …
São fracos, mesquinhos elos…
Não calqueis o povo-rei!
Que este mar d’almas e peitos,
Com as vagas de seus direitos,
Virá partir-vos a lei.”

Século XVII – Século XXI Brasil, onde está a nossa liberdade!

Castro Alves cantou em seus poemas e em sua breve existência a liberdade da escravidão.

José Joaquim da Silva Xavier (1746 – 1792 “Tiradentes” deu esperança ao povo brasileiro a tornar-se independente dos abusos sofridos pelos sagazes da corte

Há alguma mudança na escravidão que o povo está sofrendo? Não !!!

Choramos com a poesia de Castro Alves

“Oh! ver não posso este labéu maldito!
Quando dos livres ouvirei o grito?
Sim… talvez amanhã.
Galopa, meu cavalo, serra acima!
Arranca-me a este solo. Eia! te anima
Aos bafos da manhã!”

Somos mártires  sem voz.