21 de Abril – Tiradentes

porunice

21 de Abril – Tiradentes

LIBERDADE, LIBERDADE  !!!

Dra. Terezinha Tartuce

 “Luz!… sim; que a criança é uma ave,
Cujo porvir tendes vós;
No sol — é uma águia arrojada,
Na sombra — um mocho feroz.
Libertai tribunas, prelos …
São fracos, mesquinhos elos…
Não calqueis o povo-rei!
Que este mar d’almas e peitos,
Com as vagas de seus direitos,
Virá partir-vos a lei.”

Século XVII – Século XXI Brasil, onde está a nossa liberdade!

Castro Alves cantou em seus poemas e em sua breve existência a liberdade da escravidão.

José Joaquim da Silva Xavier (1746 – 1792 “Tiradentes” deu esperança ao povo brasileiro a tornar-se independente dos abusos sofridos pelos sagazes da corte

Há alguma mudança na escravidão que o povo está sofrendo? Não !!!

Choramos com a poesia de Castro Alves

“Oh! ver não posso este labéu maldito!
Quando dos livres ouvirei o grito?
Sim… talvez amanhã.
Galopa, meu cavalo, serra acima!
Arranca-me a este solo. Eia! te anima
Aos bafos da manhã!”

Somos mártires  sem voz.