Arquivo mensal agosto 2019

porunice

11 DE AGOSTO DIA DO ESTUDANTE

“Estudar fortalece nossa energia e aprimora nossa capacidade”

No dia 11 de agosto, é comemorado, no Brasil, o Dia do Estudante. Essa comemoração acontece desde o ano de 1927, homenageando aquele que quer aprender, para tornar-se apto ou capaz de ser estudante, ser estudioso, aprender a conhecer-se; observar-se e analisar-se por intermédio de estudo, observação e experiência.

Desse modo, a UNICE há 30 anos vem contribuindo na construção do conhecimento daqueles que estão sujeitos às ações de aprendizagem intimamente relacionadas, resultando em crescimento intelectual, social e afetivo, culminando na formação de seres humanos mais competentes e atuantes.

PARABÉNS AOS ESTUDANTES!!!!

porunice

PARABÉNS AOS PAIS PELO SEU DIA

Na história antiga, conta-se que há 4 mil anos um dos filhos do rei babilônico Nabucodonosor, Elmesu, teria feito uma espécie de cartão, de argila, desejando saúde e sorte ao pai.

A UNICE, nesse segundo domingo de agosto, que no Brasil é o dia dedicado aos pais, assim como Elmesu, deseja saúde e sorte a todos os pais.

Essa data é tão especial, pois celebramos a grandeza de todos os progenitores, como grande pilar sobre o qual assenta a família.

FELICIDADE SEMPRE A TODOS OS PAIS!!!!!!

porunice

COMUNICADO: REVISTA VISÃO ACADÊMICA

É com grande satisfação que a UNICE-Ensino Superior convida a Comunidade Acadêmica para participar da seleção de publicação de Artigos em sua Revista Visão Acadêmica.

Ressaltamos que o artigo pode ser: original, de revisão, artigo científico ou artigo-relatório, desde que esteja em consonância ao Editorial da Revista.

Maiores esclarecimentos contatar o Prof. Esp. José Flávio Gomes Fernandes (flaviofernandes@unice.br) ou 3032.6221.

Obs. O prazo para seleção é até 31/agosto/2019.

ACESSE O EDITAL

porMarketing Unice

Os três alimentos que ajudam os bebês desnutridos a se recuperar mais rápido

Uma alimentação rica em banana, grão-de-bico e amendoim ajuda na recuperação da flora intestinal de crianças desnutridas, de modo a impulsionar seu desenvolvimento. É o que mostra uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Washington, nos EUA, publicada na revista científica “Science”Estes alimentos se revelaram particularmente indicados para estimular as bactérias saudáveis do organismo de crianças gravemente desnutridas em Bangladesh. E essa seria a chave, de acordo com o estudo, para que os ossos, o cérebro e o corpo das crianças, de uma maneira geral, se tornem mais propensos a crescer. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a desnutrição infantil é um problema crítico de saúde global que atinge mais de 150 milhões de crianças em todo o mundo, sendo responsável por quase metade das mortes de crianças menores de cinco anos. Além de serem fracas e pequenas, muitas crianças desnutridas apresentam comunidades de bactérias “incompletas” ou “imaturas” em seus intestinos, em comparação com crianças saudáveis da mesma idade.

Estimular as bactérias boas

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo acreditam que esta microbiota “imatura” pode ser a razão que explica a falta de crescimento das crianças. Mas nem todos os alimentos são igualmente eficientes para resolver o problema.

Os cientistas estudaram então os principais tipos de bactérias presentes nos microbiomas de crianças em Bangladesh. E fizeram um experimento para ver que grupos de alimentos estimulavam essas bactérias em camundongos e porcos. Na sequência, testaram por um mês diferentes combinações de dietas em 68 crianças com idades entre 12 e 18 meses em Bangladesh.Após monitorar a recuperação das crianças, uma dieta se destacou entre as demais: a que era composta por pasta de banana, soja, farinha de amendoim e grão-de-bico. Eles descobriram que essa dieta estimulava os micro-organismos presentes no intestino ligados ao crescimento dos ossos, ao desenvolvimento do cérebro e do sistema imunológico. São ingredientes baratos e encontrados em Bangladesh, sendo acessíveis também em outras partes do mundo.

Reparação

Jeffrey Gordon, professor da Universidade de Washington e principal autor do estudo, explica que o objetivo da pesquisa era “mirar nos micróbios para recuperação” das crianças.

“Os micróbios não enxergam bananas ou amendoim, eles só veem uma mistura de nutrientes que podem usar e compartilhar.”

“Esta foi a fórmula que funcionou melhor em seres humanos e animais, uma vez que gerou uma reparação maior”, acrescenta Gordon, que realizou o estudo em parceria com o International Centre for Diarrhoeal Disease Research, em Dhaka.

Outras dietas, ricas em arroz ou lentilhas, por exemplo, não funcionaram tão bem. E, em alguns casos, provocaram ainda mais danos à flora intestinal. Gordon explicou que ainda não está totalmente claro por que esses alimentos funcionaram melhor. Um estudo mais completo está em andamento para avaliar se esta dieta tem efeitos no longo prazo sobre o peso e a altura das crianças. “Esta é uma comunidade de micro-organismos que vai muito além do intestino”, diz ele. “Está intimamente ligada ao estado de saúde e precisamos entender seus mecanismos para também poder repará-los no futuro”.

O que é o microbioma?

A maior parte do seu corpo não é humana: se você contar todas as células do seu organismo, apenas 43% são humanas. O restante são micro-organismos, o chamado microbioma, que inclui bactérias, vírus, fungos e archaeas (grupo de micro-organismos unicelulares). Não é à toa que o microbioma é conhecido como o nosso “segundo genoma”. Os microbiomas diferem imensamente de pessoa para pessoa, dependendo da dieta, estilo de vida e outros fatores. E eles influenciam tudo: saúde, apetite, peso, humor. Cientistas acreditam que o microbioma pode estar relacionado a transtornos como alergias, obesidade, inflamação intestinal, Mal de Parkinson, depressão e autismo.

porMarketing Unice

Terremoto de 5.8 é registrado na costa do Nordeste.

Um terremoto de magnitude de 5.8 na escala Richter foi registrado às 22h40 de ontem (4) no oceano Atlântico, com epicentro a 163 km do arquipélago de São Pedro e São Paulo. O conjunto de dez ilhotas fica localizado a 972 km de Natal (RN). Por ter ocorrido próximo ao Nordeste, a possibilidade de um tsunami atingir a região ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter de hoje. Entretanto, especialistas consultados pelo UOL descartaram o risco deste evento.

O epicentro do tremor ocorrido ontem está a 738km da ilha de Fernando de Noronha, a 1.100km do município de São Miguel do Gostoso (RN), a 1.111km de Natal (RN) e a 1.295km de Fortaleza (CE). Segundo o LabSis (Laboratório Sismológico) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, esse tipo de terremoto não gera tsunami porque não houve movimento vertical das placas e a magnitude também não tem potencial. “Houve movimento transcorrente, no qual as placas deslizaram gerando o terremoto. Esse tipo de evento não gera tsunami porque não houve movimento vertical do solo. Nesse caso, a possibilidade de uma onda gigante é zero”, explica o geofísico Eduardo Menezes, do LabSis.

“Este tipo de movimento, mesmo no meio do oceano, não vai gerar tsunami. Além disso, não teve magnitude. Um tsunami requer um evento de magnitude maior que 6.5 e 7, o que não foi o caso”, diz o coordenador do LabSis, Aderson Nascimento. Os dois especialistas afirmam que é comum a ocorrência de terremotos na região entre os oceanos Atlântico Sul e Norte porque há “bordo do placa”, que existe desde a formação do planeta. Eles observam que pelo horário do evento, se tivesse gerado um tsunami, a onda gigante já teria atingido o Nordeste.

Medo de tsunami O temor de um tsunami atingir o litoral do Nordeste fez o assunto ser um dos mais comentados no Twitter e outras redes sociais hoje. Apesar do medo, internautas criaram memes brincando com a história. “Devido à falta de verbas, o evento tsunami no Nordeste foi cancelado”, escreveu Mara Câimbra.

FONTE: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2019/08/05/terremoto-de-58-e-registrado-na-costa-do-nordeste-nao-ha-ricos-de-tsunami.htm

porMarketing Unice

7 destinos da Rússia para viajar de trem

Os passeios de trem pela Rússia podem levar de algumas horas a uma semana inteira, cabe ao turista decidir a melhor opção. As viagens costumam ser confortáveis e tranquilas com belas paisagens neste país que abraça dois continentes.

Confira sete destinos possíveis para conhecer a Rússia em um trem:

1. Expresso do Inverno ao redor da região de Moscou

Há muitos lugares interessantes ao redor de Moscou: em Kolomna, por exemplo, é obrigatório experimentar a famosa pastilá de maçã. Em Istra, não deixe de visitar o Mosteiro Nova Jerusalém, é no inverno que a cidade celebra a Epifania com um mergulho nas águas geladas do rio de mesmo nome e, em Serguiev Possad, veja o museu de brinquedos. Você pode chegar até lá em trens muito confortáveis, seja sozinho ou em uma excursão. Os trens e rotas mudam toda temporada: até o final de fevereiro, você pode visitar feiras de Ano Novo no Expresso do Inverno, ou celebrar a Maslenitsa russa e se encher de panquecas na primavera.

Em todas as temporadas, diversas vezes os passeios são gratuitos. Também é possível se inscrever no site do sistema ferroviário suburbano de Moscou e pedir um guia em inglês.

2. ‘Rússia Imperial’, de Moscou a Vladivostok

Que tal a lendária Ferrovia Transiberiana ligando Moscou e Vladivostok? Imagine só: você embarca no trem na segunda-feira, desembarca só na segunda seguinte e ainda está na Rússia! Um trem comum de passageiros circula diariamente, passando por Ecaterimburgo, Novosibirsk, Tiumên, Krasnoyarsk, Irkutsk e muitas outras cidades com paradas curtas de 15 a 20 minutos cada.

E é claro que você não precisa passar todo o tempo a bordo – é possível ir de trem por alguns dias e dar uma descida também. A viagem a bordo do trem turístico “Rússia Imperial” dura duas semanas, mas inclui paradas de dia inteiro, excursões, refeições e até mesmo um cruzeiro em um iate particular em Vladivostok. Há também um tour opcional para Pequim. Você consegue pensar em uma viagem melhor que esta?

3. ‘Expresso Circum-Baikal’

A Estrada de Ferro Circum-Baikal (em russo, “Krugobaikalskaia”) costumava fazer parte da Transiberiana, mas a construção da usina hidrelétrica de Irkutsk fez com que partes da pista acabassem inundadas, interrompendo sua rota. Hoje, a linha é usada tanto por trens de turismo vintage, como por trens regulares de passageiros. Esta é a melhor rota para ver a beleza do Lago Baikal. Ela começa na estação de Slyudyanka (acessível a partir de Irkutsk) e vai até a estação de Porto Baikal, fazendo várias paradas ao longo do caminho, cada uma com duração de 15 a 40 minutos.

A partir da última estação, pode-se pegar uma balsa para a aldeia Listvyanka e, de lá, um ônibus de volta para Irkutsk. A viagem inteira leva aproximadamente 12 horas.

4. Trem retrô no norte de Moscou

Outra opção é subir em um trem vintage do início do século 20 que viaja pelo norte de Moscou. Ele parte da estação ferroviária Rajska e vai para a plataforma Krasnyy Baltiyets. A viagem em si dura apenas 15 minutos, após os quais há um tour por um antigo depósito de Moscou. Todo o percurso leva três horas.

5. Anel de Ouro

O anel de ouro – a trilha turística mais famosa da Rússia – refere-se a um círculo de cidades e vilarejos antigos ao nordeste de Moscou que preservaram sua arquitetura medieval tradicional. As viagens turísticas ferroviárias duram de 2 a 3 dias e incluem várias paradas (Vladimir, Suzdal, Iaroslavl e outras), além de excursões.

 

 

porMarketing Unice

FGTS: Quem poderá sacar e como são as novas regras

Governo federal confirmou a liberação de saques das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), em anúncio realizado na tarde desta quarta-feira, em Brasília. Os saques poderão ser feitos a partir de setembro deste ano, segundo um calendário preparado pela Caixa Econômica Federal. Além do saque imediato até 500 reais por conta ativa e inativa do FGTS, a equipe econômica do Governo Bolsonaro anunciou a liberação do que chamou de Saque-Aniversário a partir de 2020, quando o trabalhador poderá retirar anualmente um percentual do seu dinheiro disponível no Fundo.

Há atualmente 260 milhões de contas vinculadas ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, sendo que oito em cada dez contas possuem um saldo de até 500 reais (leia abaixo como consultar o seu saldo). Caso a pessoa tenha mais de uma conta, por exemplo, poderá sacar até 500 reais de cada uma delas, portanto o valor do saque imediato pode ser superior ao limite estabelecido pelo Governo.  Com a liberação dos saques das contas do FGTS, o Ministério da Economia espera atingir 96 milhões de trabalhadores e, com isso, colocar para circular 42 bilhões de reais até em 2020.

Saque-Aniversário

O cronograma de saques para a modalidade Saque-Aniversário de 2020 dos aniversariantes do primeiro semestre foi divulgado nesta quinta-feira por meio de medida provisória:

Tabela de valor disponível para saque na modalidade 'aniversário', de acordo com o saldo disponível.
Tabela de valor disponível para saque na modalidade ‘aniversário’, de acordo com o saldo disponível.DIVULGAÇÃO

– Nascidos em janeiro e fevereiro realizarão saques de abril a junho do ano que vem

– Nascidos em março e abril realizarão saques de maio a julho de 2020

– Nascidos em maio e junho realizarão os saques de junho a agosto de 2020

O calendário para quem nasceu no segundo semestre não foi informado na MP.

Mas a partir de 2021, o brasileiro com saldo no FGTS terá três meses para sacar seu dinheiro: o mês do seu aniversário e os dois meses subsequentes. Ou seja, a pessoa que faz aniversário em 10 de maio terá entre o dia 1 de maio até o último dia útil de julho para efetuar o saque da conta, cujo valor também depende do saldo disponível.

O cotista precisa comunicar sua intenção de aderir à modalidade à Caixa a partir de outubro de 2019. Entretanto, caso mude de ideia depois, terá de esperar até dois anos para voltar à regra anterior. Quem optar por aderir ao saque-aniversário não poderá mais retirar o que tiver disponível em suas contas no fundo no caso de uma demissão. Como o saque anual permite apenas a retirada de um percentual das contas, as demais hipóteses de retirada —como para a compra de um imóvel, aposentadoria ou em caso de doenças graves, por exemplo— continuam iguais. “O trabalhador, poderá, portanto, mesmo em caso de opção pelo saque-aniversário, utilizar seu saldo para compra de imóveis para habitação ou usá-lo para pagar dívidas resultantes de financiamento habitacional”, esclarece a Caixa.

Como consultar o saldo disponível

Para saber quanto o trabalhador possui de saldo, basta acessar o site da Caixa ou do próprio FGTS. Também é possível tirar o extrato das contas pessoalmente, nas agências da Caixa, ou ainda pelo aplicativo do Fundo (disponível para iOS, Android e Windows). Ainda visando reagir à estagnação da economia brasileira, anunciou ainda uma nova liberação para saques do fundo PIS/Pasep. “Estamos devolvendo aos trabalhadores o direito de sacar o seu dinheiro do FGTS. Estamos garantindo mais liberdade ao trabalhador com o seu dinheiro”, disse o presidente Jair Bolsonaro, ao assinar a medida provisória autorizando os saques.

porMarketing Unice

Cientistas descobrem três novos planetas fora do Sistema Solar com ajuda de satélite da Nasa

O satélite Tess, o “caçador de planetas” da agência espacial americana (Nasa), encontrou três novos planetas que estão entre os menores detectados fora do Sistema Solar. A descoberta foi publicada nesta segunda-feira (29) pela revista “Nature Astronomy”. O Tess (Transiting Exoplanet Survey Satellite, em inglês) foi desenvolvido pela Nasa em colaboração com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Ele observará uma área 20 vezes maior que o seu antecessor, o satélite Kepler. Segundo estimativas da missão, 20 mil novos exoplanetas – termo usado para os que estão fora do Sistema Solar – serão conhecidos e acompanhados por telescópios da Terra.

As novas descobertas mostram mundos com características parecidas com os encontrados no Sistema Solar.

Um dos três exoplanetas é como a Terra, um pouco maior e com uma superfície rochosa, e foi chamado de planeta b. Os outros dois, os planetas c e d, são gasosos e parecidos com Netuno, mas com cerca de metade do tamanho. Eles estão localizados a 73 anos-luz de distância.

Sistema ‘TOI-2070’

O novo trio está no sistema que recebeu o nome “TOI-2070”. Planetas b, c e d têm aproximadamente o mesmo tamanho e, de acordo com os astrônomos do estudo, podem ser um “elo perdido” na formação de planetas, já que têm características da Terra e de Netuno. Eles orbitam uma estrela com erupções frequentes e com tempestades como o Sol.

Inicialmente, a descoberta do TOI-270 pelos cientistas causou uma expectativa grande, já que os planetas estão em uma zona com temperatura habitável, com chance de suportar água. A descoberta de uma atmosfera muito espessa, com a criação de um forte efeito estufa, acabou desanimando a equipe. Há, ainda, a esperança de fazer novas descobertas mais “habitáveis”.

“O TOI-270 é uma verdadeira Disneylândia para a ciência de exoplanetas e um dos principais sistemas já descobertos pelo Tess”, diz Maximilian Günther, do Instituto Kavli de Astrofísica e Pesquisa Espacial do MIT.

FONTE: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2019/07/29/cientistas-descobrem-tres-novos-planetas-fora-do-sistema-solar-com-ajuda-de-satelite-da-nasa.ghtml